Terreiro Pai luis oxum e oxossi

Posts tagged ‘IEMANJÁ’

Cosme e Damião Cade Doun

Cosme e Damião

Cosme e Damião,
Damião cadê Doun ?
Doun foi passear lá no cavalo de Ogum
Cosme e Damião,
Damião cadê Doun ?
Doun foi passear lá no cavalo de Ogum
Dois dois sereias do mar
Dois dois mamãe Iemanjá
Dois dois sereias do mar
Dois dois mamãe Iemanjá

Cosme e Damião,
Damião cadê Doun ?
Doun foi passear lá no cavalo de Ogum
Cosme e Damião,
Damião cadê Doun ?
Doun foi passear lá no cavalo de Ogum
Dois dois sereias do mar
Dois dois mamãe Iemanjá
Dois dois sereias do mar
Dois dois mamãe Iemanjá

PRETO-VELHO

preto velho

preto velho

 

PRETO-VELHO

 

Um galhinho de arruda

A vovó me deu

Um galhinho de arruda

Pra me proteger

Eu agradeço a essa linda Preta Velha

Um galhinho de arruda

Ela me ofereceu

Eu agradeço a essa linda Preta Velha

Pois em suas orações

Ela nunca me esqueceu

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Preto Velho

Vem de Minas

Caminhou o ano inteiro

Carregou sete calungas

Para salvar o Terreiro

Ê ê ê ê

Ê ê ê a

A banda é boa

Banda de Minas Gerais

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Benedito é Preto, calunga

Eu também sou Preto, calunga

Ora viva os Pretos, calunga

Eu também sou Preto, calunga

A minha Terra é de Preto, calunga

Eu também sou Preto, calunga

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Sou Preto, sou Preto,

Sou Preto só na cor

Na alma, na alma

Sou filho de Nosso Senhor

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

A fumaça do cachimbo da vovó

Sobe bem alto

Só não ver quem não quer

O cachimbo da vovó tem mironga

Na barra da saia

Na sola do pé

 

Mamae oxum

mamae oxum

mamae oxum

 

OXUM

 

Eu vi  mamãe Oxum, 

Na cachoeira,

Sentada na beira do rio,

Colhendo lírio, lírio, e,

Colhendo lírio, lírio, a,

Colhendo lírio,

Pra enfeitar nosso congá

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Lá vem os barqueiros,

De Cinda,

Cinda é quem vem navegar,

Cinda é mamãe Oxum,

Aieie Oxum,

Cinda é das ondas do mar.

 

 —————————————–

Olha ê ê Minha mãe Oxum

É na cachoeira

É dona dos rios Minha mãe Oxum

É na cachoeira

É das águas correntes

minha mãe Oxum

É na cachoeira

É na cachoeira que eu vou lhe encontrar

Minha mãe Oxum

É na cachoeira

Seus colares dourados

É na cachoeira

E uma rosa de ouro eu vou lhe entregar

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Quem manda na cachoeira é Oxum

Quem tem tantos filhos pode ter mais  um – bis

Firma ponto filho de fé

Bate a cabeça no congá

Sarava Mamãe Oxum

E o nosso Orixalá

———————————

Ponto de Proteção

Eu sou da mina

Eu sou da mina de ouro – bis

Onde mora mamãe Oxum

Guardiã do meu tesouro

Mamãe Oxum rainha cheia de luz

Cubrai-nos com vosso manto

Rogai por nós a Jesus – bis.

Oração aos Pretos Velhos

Oração aos Pretos Velhos 

Preto Velho
Carreteiro de Oxalá
Bastão bendito de Zâmbi
Mensageiro de Obatalá

Meu pensamento eleva-se ao teu espírito e peço Agô.
Que tuas guias sejam o farol que norteie minha vida,
Que vossa pemba trace o caminho certo para todos os meus atos,
Que vossas palavras, tão cheias de compreensão e bondade, iluminem minha mente e meu coração,
Que teu cajado me ampare em meus tropeços.

Ontem te curvastes aos senhores…
Hoje, ajoelho-me aos teus pés pedindo que intercedas junto a Oxalá por mim e por todos que neste momento clamam por vós.
Maleme e paz sobre meu lar e que a luz divina de Obatalá se estenda pelo mundo,
E que o grito de todos os orixás sejam o sinal de vitória sobre todas as demandas de minha vida.


Maleme as almas.


Maleme para todos os meus inimigos, para que saiam do negrume da vingança
E encontrem fonte fecunda e clara do amor e caridade.

Gallery

orixas de umbanda

xango sr omolu

oxala

oxala

Iansaandreia ogum 0 Nana OXÓSSI-2 OBA oxumare IEMANJÁ1